terça-feira, 1 de setembro de 2015

Mogi das Cruzes: Fundador Braz Cubas (1560) ou Gaspar Vaz (1611) ?


Há 455 anos o Bandeirante Braz Cubas desbravava as terras Serra acima saindo da Vila de Santos fundada por ele em 1545, as Vilas de São Vicente, Santos e São Paulo de Piratininga precisavam se expandir e garantir segurança a suas populações. Ataque de indígenas era frequente até metade do séc. XVII, tribos com Tupis, Guaranis, Guaianazes, Tamoyos e Maromomis, índios que faziam parte da Nação Jê.

Segundo Aureliano Leite Braz Cubas se embrenhou nas terras da futura Mogi desbravando a região do Rio Anhembi (hoje Tietê), subindo seu leito a procura de ouro em 1560, seu objetivo foi alcançado em partes, pois a quantidade ouro era pequena em comparação as grandes quantidades de ouro que foram descobertas na região do Jaraguá, Mato Grosso e Mantiqueira pelas grandes Bandeiras organizadas em expedições de 2 a 4 anos de procura.

Inúmeras investidas Bandeirantes foram realizadas contra os índios pertencente a Tribo Boigy (situada na atual região de Mogi), Em 1601 segundo Carvalho Franco, Dom Francisco de Souza, Governador Geral inicia a obra de abertura de estrada entre a Vila de São Paulo e a região de Boigy, refazendo o mesmo caminho percorrido por Braz Cubas. Naquele ano chega ao aldeamento de Boigy como Capitão-povoador Braz Cardoso sua esposa Francisca Costa e Gaspar Vaz com sua esposa Francisca Cardoso.

A estrada foi construída a preços altos, pois grande quantidade de indígenas foram dizimados, ocasionando a pacificação da região até a região do Vale do Paraíba (Mogi como extensão territorial ocupava a região da Penha em São Paulo a atual cidade de Manteiro Lobato).

Em 1608 em 22 de setembro Gaspar Vaz obteve o título de donatário desta Sesmaria de Boigy. Possivelmente esta terra trouxe números expressivos de viajantes se estalando em seu território, tanto que 3 anos após em 1611 em 1º de setembro se constitui Vila este antigo aldeamento. Com todas as formalidades legais, levantou-se Pelourinho e instalou-se a Villa de Sant’Anna de Mogy-Mirim, futura Mogi das Cruzes.

Passado séculos e a dúvida persiste. Quem fundou Mogi das Cruzes, a atual comemoração de 455 anos está ligada a data do desbravar da região por Braz Cubas (1560 a 2015 = 455 anos), mas Braz Cubas não foi o fundador de Mogi. Gaspar Vaz leva o título de fundador da Vila e através da sua colonização as evoluções trouxeram com sigo séculos de conquistas até chegarmos hoje a atual cidade de Mogi das Cruzes, que realmente completa 404 anos (1611 a 2015= 404 anos) de fundação.
Mas a história são fatos que devemos contrapor e interliga-los para obtermos repostas positivas, não persistindo no erro de falsas histórias que são transmitidas a séculos. É preciso ter compromisso com a realidade e dar veracidade a fatos como o título de fundador da Vila a atual Mogi das Cruzes ao Bandeirante Gaspar Vaz.


Por: Prof. Me. Glauco Ricciele (Historiador e Mestre em Políticas Públicas) 


BRAZ CUBAS
GASPAR VAZ



















            


Fonte: GRINBERG, Isaa. Histórias de Mogi das Cruzes
           FORAL. Arquivo Histórico de Mogi das Cruzes

Nenhum comentário:

Postar um comentário